Conheça o Circuito Serras de Ibitipoca

O lugar perfeito para contemplação, aventura, descanso e belas fotografias. 

Desenvolvimento, cachoeiras, serras e vilas

 

    A Associação faz parte da atual Política Nacional de Turismo, implementada e orientada pelo Ministério do Turismo (MTur) e Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais (SECULT). Foi criado no ano de 2000 e certificado em 2006, compreende a região da Serra da Mantiqueira onde se encontra o Parque Estadual de Ibitipoca, Parque Estadual Serra Negra da Mantiqueira, APA Boqueirão da Mira, Planalto do Alto  Rio Grande, Vale do Rio Preto e Vale do Rio do Peixe.

    O Circuito hoje abrange os municípios de Rio Preto, Lima Duarte, Bias Fortes, Ibertioga, Santana do Garambéu, Santa Rita de Ibitipoca, Olaria, Santa Rita de Jacutinga, Arantina e Bom Jardim de Minas. Recentemente o município de Pedro Teixeira foi excluído do Programa de Regionalização do Turismo por não atender as condicionantes exigidas pelo Ministério do Turismo e SECULT.

    O Objetivo do circuito é fomentar o turismo, auxiliar os municípios na gestão pública da atividade, fortalecer o tecido empresarial do setor, incentivar a criação e gestão de Unidades de Conservação da Natureza e facilitar a utilização do potencial ecoturístico, o turismo rural e o turismo histórico-cultural do território.

  Todos os municípios são repletos de atrativos, proporcionando aos visitantes uma oportunidade única para desfrutar de caminhadas, trekking, montanhismo, aventuras espeleológicas, rafting, rapel, cavalgadas e o contato com boa parte da história de Minas, traçada durante o ciclo do ouro, do leite e do café, com sua arquitetura marcada por lindas sedes de fazendas, vilas e casarões nas pequenas cidades.

 

Arte, gastronomia e cultura tradicional

       Todas as cidades do Circuito oferecem excelentes opções de cachoeiras, serras, rica biodiversidade, vilas e povoados, com suas capelas, comida típica e toda a mineiridade da Mantiqueira.

       Os municípios de Lima Duarte, Santana do Garambéu, Santa Rita de Jacutinga, Olaria, Bom Jardim de Minas, Arantina, Bias Fortes e Rio Preto, por exemplo, possuem várias disjunções da Serra da Mantiqueira que já contam com roteiros formatados prontos para receber os visitantes, o maior deles que percorre toda a região é a Volta das Transições - www.voltadastransicoes.com.

    As Unidades de Conservação: Parque Estadual de Ibitipoca, Parque Estadual Serra Negra da Mantiqueira, APA Boqueirão da Mira e Parque Municipal do Taboão juntamente com as Serras do Cruz, da Boa Vista, da Cachoeira Alegre, das Areias, da Bandeira, da Mira e a Serra de Lima Duarte com o Pico do Pão de Angu, formam inúmeras cachoeiras, grutas, dunas e curiosas formações rochosas que dão um toque especial à paisagem e formam os grandes  cartões postais da região.

   Como toda boa região mineira, as localidades abrangidas pelo Circuito Serras de Ibitipoca oferecem autêntica culinária, artesãos talentosos e as culturais festas religiosas. A região conserva tradições típicas da vida no campo, como as Exposições Agropecuárias, com apresentações de grupos folclóricos, rodas de viola, shows sertanejos e corporações musicais, além das Festas do Carro de Boi, que espalham seu gemido inconfundível pelas ruas das cidades de Ibertioga e Santana do Garambéu.

 

 

Pça. José Guilherme Delgado, s/n, Barreira - Lima Duarte – MG 

Associação dos Municípios do Circuito Turístico Serras de Ibitipoca

Mapa Circuito Serras de Ibitipoca.jpg